Cláudia Barbosa Vaz

Cláudia Barbosa Vaz

A presidência atual limitou-se a pôr a cara nos projetos e equipas que já trabalhavam.

A marca Porto; os Jardins do Porto; Primavera Sound, etc.

Mas nada evoluiu nesses projetos, nada se otimizou ou protegeu ou acautelou, como seria expectável e desejável.

A cidade “joia” que sentia ser o Porto, começou a diluir-se, vulgarizar- se ao risco pavor “Palma Maiorca “.

Cidade turística sim, mas essencialmente cuidadosa com quem cá mora, e deve continuar a morar.